Capes retoma inscrições para bolsas de doutorado no exterior

18/07/2016 14h25 - Atualizado em 19/07/2016 20h45

O Programa de Doutorado Sanduíche no Exterior (PDSE) foi retomado pelo Ministério da Educação (MEC) com um novo formato que concede 1.185 bolsas em 2016. Os benefícios fornecem mensalidade, seguro-saúde e auxílios deslocamento e de instalação – e adicional localidade, dependendo do caso. Esta modalidade de bolsa permite que o estudante faça parte do curso no exterior e depois retorne ao Brasil para cumprir seus créditos e defender sua tese.
 
 
Para obter o benefício, os interessados devem estar regularmente matriculados com notas de 3 a 7 na avaliação quadrienal da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes).  Não poderá acumular o benefício o aluno que tenha alguma bolsa no Brasil proveniente da Capes ou de qualquer agência que utilize recursos do governo; além de estudantes que já tiveram a bolsa de doutorado-sanduíche em outro momento da carreira acadêmica.
 
As universidades terão até o dia 30 de setembro de 2016 para fazer a seleção interna dos candidatos. Aqueles que forem aprovados, poderão se inscrever na Capes até 31 de setembro de 2016. A homologação pela instituição no sistema da Capes é de 1º de novembro a 30 de novembro de 2016 e a complementação dos documentos vai até dia 30 de janeiro de 2017. Os estudos no exterior terão início em março a outubro de 2017.
 
Confira o edital da bolsa aqui.
 
Cronograma
Seleção interna pela instituição – até 30/09/16
 
Inscrição na Capes pelos candidatos – até 31/10/16
 
Homologação pela instituição no sistema da Capes – de 1º/11/16 a 30/11/16
 
Complementação de documentos – até 30/01/2017
 
Início dos estudos no exterior – de março a outubro de 2017

Comentários

Destaques