Professor universitário precisa ter mestrado?

professor
 
A carreira acadêmica é a preferência da maioria das pessoas que cursam pós-graduação stricto sensu, ou seja, os mestrados e doutorados. Sendo assim, não é tão difícil para as instituições de ensino superior contratarem mestres e doutores para o seu corpo docente. No entanto, essa prática não é obrigatória. Muita gente quer seguir a carreira acadêmica e não tem doutorado nem mestrado. Isso é possível, mas o mercado de trabalho cada vez mais exigente e competitivo dificulta que isso aconteça.
 
A exigência do mestrado para ser professor universitário não é estabelecida por lei. Para o exercício da docência superior no Brasil não é obrigatório que o candidato à vaga tenha pós-graduação, mas os editais de processos seletivos para contratação de professores podem colocar essa exigência. E é o que acontece na maioria dos casos. Além disso, a remuneração para mestres e doutores é significativamente superior e quanto mais docentes com pós-graduação maior é a nota recebida pelo curso e faculdade.
 
As universidades que têm cursos com professores mestres e doutores ganham mais visibilidade e credibilidade. Entre os programas de pós-graduação, os que apresentam maior número de professores doutores ganham pontos na avaliação da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) e se destacam como os melhores na área. Então, tanto para as universidades quantos para os alunos as vantagens de ter professores melhores qualificados são inúmeras, ressaltando assim a importância da pós-graduação no Brasil.
 
Instituições federais
 
As universidades federais dificilmente contratam professores sem mestrado. Como professor efetivo é praticamente impossível. Os professores com graduação e especialização são contratados, geralmente, como professores convidados, temporários ou substitutos. O Ministério da Educação (MEC) apoia as medidas das instituições em aplicar concursos mais severos, porém alerta que qualquer exigência além da determinada originalmente pode gerar o cancelamento dos concursos.   
 
O MEC também não tem autonomia para criar essa exigência. Sendo assim, o Senado Federal quer modificar a Lei nº 12.772 para exigir que candidatos a professores universitários tenham, no mínimo, nível de mestrado para lecionar em institutos e universidades federais. Segundo os senadores, a legislação atual que exige apenas diploma de graduação para os interessados em se submeterem a concursos públicos para lecionar em instituições públicas não é suficiente na qualificação dos profissionais. A principal preocupação é com a qualidade dos docentes das universidades brasileiras.


Textos Recomendados:

Como saber se um mestrado a distância tem validade no Brasil

Saiba se um mestrado a distância tem validade no Brasil, tire suas dúvidas sobre revalidação.

Leia mais

Cotas na Pós-Graduação

Governo Federal discute implantação de cotas em programas de pós-graduação, mas algumas universidades já reservam vagas para negros em mestrados e doutorados.

Leia mais

Bolsas de pós-graduação no Brasil para estrangeiros

Programa de Estudantes-Convênio de Pós-Graduação (PEC-PG) oferece bolsas de estudo em cursos de pós-graduação (mestrado e doutorado) no Brasil para estrangeiros.

Leia mais

Professor universitário precisa ter mestrado?

Será que é preciso ter pelo menos mestrado para dar aula em faculdade? É lei ou exigência do mercado? Confira!

Leia mais

Marco Regulatório da Pós-Graduação Lato Sensu - o que é?

Marco propõe regras para criação de cursos de pós-graduação lato sensu, como as especializações e MBAs. Saiba mais sobre o projeto.

Leia mais

Comentários

Destaques