Pós-Graduação em Edumática

Desde que a tecnologia passou a fazer parte do dia-a-dia dos brasileiros, a educação tem pedido para não ficar de fora. Para socorrer educadores com ânsia de tecnologia na busca por melhor qualidade de ensino, o neologismo Edumática (junção das palavras Informática com Educação) deu origem a uma nova área de ensino.

No Brasil, a busca pela Edumática ainda é algo novo e praticamente inexistente, porém instituições de ensino superior estrangeiras já oferecem cursos de especialização e mestrado na área de ensino que nasceu da era digital do século XXI. Estudantes e profissionais brasileiros passaram a buscar nesses países o que ainda não é tão popular nas terras tupiniquins.

Na America Latina, os cursos não são tão raros. A Universidade Tecnológica do Peru possui um curso de mestrado em Educação, Edumática e Docência Universitária. O objetivo do programa é capacitar profissionais que atuam no campo educacional para a utilização, desenvolvimento e manejo de TIs para a gestão e organização educativa.

No México, o mestrado em Educação e Tecnologia Educativa da Universidade Internacional, em Cuernavaca, também aborda o tema. O programa visa preparar os estudantes para a criação, planejamento e gestão de portais educativos. A ideia é que os novos educadores sejam aptos a transformar suas aulas por meio da tecnologia.  

O objetivo da Edumática é tirar a tecnologia do centro das atenções educacionais e colocar o ensino nesse foco, porém com o auxílio dessas ferramentas tecnológicas. Com esse princípio, a Universidade Autônoma da Colômbia, localizada em Bogotá, oferece especialização em Edumática com o objetivo de formar profissionais capazes de aplicar a tecnologia nos processos educativos.

No Brasil os cursos ainda são raros e mais focados no ensino do manuseio de novas tecnologias para melhorar a qualidade das aulas. A Universidade do Estado da Bahia (Uneb) oferece mestrado profissional em Gestão e Tecnologias Aplicadas à Educação e suas linhas de pesquisa são voltadas para a utilização de TIs no meio educacional.

A informática está cada vez mais assumindo um caráter interdisciplinar, e sai na frente quem se especializa na área. Ao se especializar em Edumática, educadores podem ampliar sua área de atuação, se transformando também em analistas, consultores de projetos relacionados à educação e tecnológica e criando cursos e currículos para diferentes institutos de ensino.


Comentários