Engenharia Naval e Oceânica


engenharia naval

Os cursos de pós-graduação em Engenharia Naval e Engenharia Oceânica são voltados principalmente para graduados em Engenharia, Oceanografia, Física e Matemática. Atualmente, só existem três programas de mestrado e doutorado nessa área no Brasil, sendo que o da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) é o mais bem avaliado. Os outros dois são da Universidade de São Paulo (USP) e da Universidade Federal do Rio Grande (FURG). Segundo o coordenador do Programa de Engenharia Oceânica da UFRJ, professor Dr. Murilo Augusto Vaz, as pesquisas nessa área possuem caráter multidisciplinar, envolvendo conhecimentos oriundos da Oceanografia e Engenharias. No caso do programa da UFRJ, ele atua de forma integrada com as pós-graduações em Tecnologia Submarina e Engenharia Ambiental.

As principais linhas de pesquisa em Engenharia Naval são Hidrodinâmica de Navios e Sistemas Oceânicos, Estruturas Navais e Oceânicas, Projeto de Sistemas Oceânicos e Máquinas Marítimas, Logística e Transporte Aquaviário e Tecnologia Submarina. Já na Engenharia Oceânica as linhas de pesquisa mais encontradas são Hidrodinâmica Costeira e Oceanografia Física, Processos Sedimentológicos e Morfológicos, Acústica Submarina e Instrumentação Oceanográfica e Engenharia Ambiental Costeira.

O professor Murilo Vaz afirma que apesar dos poucos cursos de pós-graduação nessa área, os existentes possuem excelente infraestrutura física e humana. O coordenador do programa da UFRJ também relata que cada vez mais as empresas do setor estão valorizando a formação diferenciada obtida com a pós-graduação, oferecendo para mestres e doutores remunerações até 100% superiores a um recém-formado. “O pós-graduado tem maior capacidade analítica e, portanto, pode melhor se adaptar a novas demandas e funções” – completa Murilo Vaz.

Áreas de Estudo

Sudeste

Sul

Nordeste

Sudeste

Sudeste

Destaques